Notícias Sesc CE

Dia mundial da alimentação: Sesc promove ações de sustentabilidade alimentar

ter 16 de outubro de 2018 09:30

Além de fornecer alimentos saudáveis, programas do Sesc também estimulam o combate à fome e ao desperdício

O desperdício de alimentos acontece de várias formas, desde a produção em excesso, passando pelo transporte e estoque inadequado, até chegar à cozinha do consumidor e acabar no lixo sem ter sido ingerido. Mesmo com 14 milhões de pessoas afetadas pela fome no Brasil, cerca de 41 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas por ano, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e com a World Resources Institute (WRI).

Para amenizar esse quadro, o Serviço Social do Comércio (Sesc/CE), através do programa nacional Mesa Brasil Sesc, estimula a mudança de hábitos de consumo, fomentando a segurança alimentar e nutricional por meio do aproveitamento integral e da distribuição dos alimentos para instituições sociais em 40 municípios do estado. Como forma de incentivar a erradicação da fome até 2030, meta promovida pela FAO, o programa Mesa Brasil Sesc Fortaleza realiza, no dia 16 de outubro, em alusão ao Dia Mundial da Alimentação, a Feira de Exposição e Degustação de Alimentos na Unidade Centro.

De acordo com a supervisora do Mesa Brasil Sesc Fortaleza, Marília Pimentel, o evento conta com a exposição de receitas doces e salgadas criadas pelas entidades sociais cadastradas na capital cearense, a partir de técnicas desenvolvidas durante as Oficinas de Aproveitamento Integral dos Alimentos. “Muitas vezes jogamos na lixeira o que deveria estar no prato. O Mesa Brasil não se limita a fornecer os alimentos, também ensina formas de fazer o produto render, fomenta o empreendedorismo e a auto sustentabilidade das entidades parceiras por meio do desenvolvimento de capacidades”, explica.

Durante a feira, o público poderá degustar as receitas e votar em sua preferida. Os três pratos de cada categoria que mais se destacarem serão premiados com a doação de alimentos não perecíveis. “Vale salientar que parte dos ingredientes que serão utilizados foram doados pelo Mesa Brasil e apresentaremos receitas regionais para valorizar os hábitos tradicionais, conforme disposto na Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional – LOSAN”, relata Marília.

Desperdício zero

Como extensão do programa Mesa Brasil e seguindo o aproveitamento integral dos alimentos, o Sesc Ceará também desenvolve o projeto Sopa Amiga, transformando os insumos que são, muitas vezes, considerados descarte como sementes, talos, caldos e preparações não consumidas em diversas receitas.

Dessa forma, o Sesc minimizou o desperdício em seus restaurantes, além de combater a fome e promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas assistidas nas instituições beneficiadas. Segundo Aline Pinheiro, gerente do programa Saúde do Sesc Ceará, “o projeto resgata a cidadania e valorização da condição humana através do acesso a uma alimentação sem custo e com qualidade nutricional e higiênica asseguradas”.

A ação autossustentável conta com 30 instituições cadastradas, atendendo uma média de 8.000 pessoas que recebem diariamente 2.450 litros de sopa. Com distribuição de segunda a sexta-feira, o projeto também realiza treinamento com os parceiros sobre deveres e condições de higiene a serem preservadas.

Sustentabilidade

Alimentação saudável, qualidade de vida e bem-estar social estão diretamente ligados ao desenvolvimento de ações de responsabilidade ambiental. Com cardápio que incentiva o consumo de frutas, verduras e sucos naturais, além de alimentos funcionais e integrais, os restaurantes do Sesc estimulam a preservação dos recursos naturais com o uso de vegetais orgânicos nas preparações de saladas. “Essa é uma preocupação com a saúde tanto dos clientes como do meio ambiente, incentivando o consumo de alimentos saudáveis e contribuindo para a redução indiscriminada do uso de agrotóxicos que poluem a natureza”, explica Aline Pinheiro.

Mesa Brasil Sesc

Desde 2001, o programa já distribuiu mais de 43 mil toneladas de alimentos às entidades sociais cadastradas no Ceará, segundo Marília Pimentel. Somente de janeiro a setembro deste ano, mais de 190 mil pessoas foram beneficiadas com os alimentos arrecadados e distribuídos em 426 instituições sociais. O programa atua a partir dos bancos de alimentos das cidades Fortaleza, Sobral, Iguatu e Cariri (com sede em Juazeiro do Norte), provenientes de empresas doadoras como supermercados, centrais de abastecimento e restaurantes.

“A gente explica o que pode ser doado, em que estado o alimento tem de estar e mostra para onde ele vai. As pessoas passam a agir diferente quando percebem uma nova significação da importância do alimento”, relata a supervisora do Mesa Brasil Sesc Fortaleza, Marília Pimentel.

Dia Mundial da Alimentação

A data, 16 de outubro, estabelecida pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) na ocasião de sua fundação em 1945 e celebrada em 150 países, visa alertar as pessoas sobre a importância da alimentação e das ações em prol da segurança alimentar e nutricional mundial, principalmente em relação às populações mais pobres. É uma das datas mais celebradas pela ONU e demonstra o compromisso da FAO em alcançar a meta de erradicar a fome no planeta até 2030.

Serviço:

Dia Mundial da Alimentação no Sesc

Feira de Exposição e Degustação de Alimentos

Local: Unidade Sesc Centro (Rua 24 de Maio, 692)

Data: 16/10 (terça-feira)

Horário: 10h

Acesso gratuito

Mais informações (85) 3318-4926

Acesso Rápido

Leia Também

TV Fecomércio

A Fecomércio TV é uma área corporativa na internet. Nela será transmitida a programação da Fecomércio, Sesc, Senac e IPDC. Também será um espaço de divulgação da agenda administrativa e de eventos da instituição.

Facebook

Instagram