Notícias Sesc CE

Artistas do Ceará dialogam sobre cultura na agenda política no fórum Nordeste das Artes

seg 11 de março de 2019 16:33

Novo projeto do Sesc reúne profissionais da arte em Fortaleza nesta semana.

O mais novo projeto de Cultura do Sesc, o Nordeste das Artes, inicia sua primeira etapa com encontros estaduais que agregam a classe artística para o diálogo, proposição de ideias e formação de profissionais. Em Fortaleza, os artistas, estudantes, produtores, professores e gestores de equipamentos culturais se encontram durante três dias em Fortaleza, de 13 a 15 de março, para pensar e debater sobre “A Cultura na agenda política”, tema escolhido para diálogo no fórum estadual do Ceará.

Em 2019, o projeto Sesc Nordeste das Artes será iniciado com o propósito de contribuir para articular e estimular a produção artística em todos os estados da Região. Serão realizados fóruns, mapeamentos e trocas de experiências que viabilizem a profissionalização de toda a cadeia produtiva das artes e a autogestão dos profissionais da Cultura. Estão previstas ainda vivências e intercâmbio de artistas entre os estados, em vista da diversidade cultural nordestina.

Gyl Giffony

De 13 a 15 de março, os painéis do fórum estadual cearense aprofundam as reflexões sobre Direitos Culturais; Mapas Culturais e Políticas de Edital; Festivais de Cultura no Ceará; Acessibilidade Cultural; Panorama de Formação em Arte e Cultura; Gestão de Equipamentos Culturais.

“O Sesc sempre esteve aberto para o diálogo com os atores culturais, coletivos, pesquisadores, professores e, no Fórum Nordeste das Artes, pensaremos novas possibilidades de atuação dentro da Cultura”, explica o Gerente de Cultura do Sesc Ceará, Chagas Sales.

Direito de criar

Além da troca de experiências sobre gestão e implementação de políticas públicas culturais, estão em pauta questões relacionadas aos direitos culturais, como o a liberdade de criação artística. O acesso para que todas as pessoas possam “fruir as artes” está estabelecido na Declaração Universal dos Direitos Humanos (Artigo 27º) e disposta no Artigo 215 da Constituição Federal a “valorização de manifestações culturais”.

“Queremos colaborar para que a Cultura seja considerada pela sociedade algo essencial para o desenvolvimento humano, econômico e político do país. A liberdade de criação e expressão artística deve ser garantida, é um direito cultural que a gente precisa respeitar e potencializar”, explica o gerente de Cultura.

O fórum realizado em cada estado do Nordeste resultará em uma compilação que será apresentada à sociedade civil e norteará as ações do Sesc. Na próxima fase do Nordeste das Artes, acontecerão vivências e intercâmbios entre artistas do Nordeste.

“A nossa ideia é, no final do fórum, gerar conteúdos a partir do que for debatido e apresentá-los à sociedade. A proposta é aplicar o que for debatido em nossa programação”, afirma a coordenadora estadual de Cultura do Sesc Ceará, Maria Bezerra.

Painéis

Estratégias para identificar manifestações artísticas no território nordestino e incentivar o surgimento de novos grupos e artistas são detalhadas às 9h da manhã na mesa “Mapas Culturais e Políticas de Edital”, painel em análise no primeiro dia de Nordeste das Artes (13). Às 14h30, a idealizadora do Festival de Guaramiranga, Nilde Ferreira, e do Festival Audiovisual Universitário (Noia), Paulo Benevides, trazem seus aprendizados para o Projeto Nordeste das Artes.

Na quinta-feira (14), às 9h, os diálogos terão foco na acessibilidade para espetáculos de arte, com participação de Valéria Cordeiro, Coordenadora de Artes e Diversidade Cultural da SECULT, e do produtor cultural especializado em ações acessíveis, Klistenes Bastos. À tarde, às 14h30, a coordenadora do Curso Artes Cênicas do IFCE, Fran Teixeira, fala sobre Formação em Arte e Cultura, junto à diretora do Porto Iracema das Artes e coordenadora do Curso de Cinema e Audiovisual da UNIFOR, Bete Jaguaribe.

No último dia do fórum, às 9h, o gestor do Centro Cultural Belchior, Lenildo Gomes o ator e diretor Raimundo Moreira, compartilham seus aprendizados como gestores de equipamentos culturais. O último painel começa às 14h30 e aprofunda o tema dos direitos culturais, com a participação do Ex-Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, o gestor cultural Henilton Menezes e Gyl Giffony, membro da Inquieta Cia e do Instituto Brasileiro de Culturais.

Henilton Menezes

Sesc Ceará
Norteado pela Política Cultural do Serviço Social do Comércio, o Sesc Ceará realizou mais de quatro mil apresentações em todo o estado em 2018, contemplando 1.597.893 espectadores. Mantida por empresários do comércio de bens, serviços e turismo, é a instituição privada que mais investe em Cultura e desenvolvimento artístico no Estado. Um dos fundamentos do seu Programa é o “diálogo permanente entre os diversos atores sociais”(Política Cultural Sesc).

Serviço
Projeto Sesc Nordeste das Artes – Fórum Estadual Ceará
Data: 13 a 15 de março
Local: Centro Cultural Belchior ( Rua dos Pacajus, 123 – Praia de Iracema)
Gratuito
Programação

13/3

Mapas Culturais e Políticas de Edital
Horário: 9h
Palestrantes: Edilberto Florêncio, professor, mestre em história, articulador e consultor do mapa cultural de Sobral. Suzete Nunes, Secretária Executiva de Planejamento e Gestão da Cultura do Ceará

Festivais de Cultura no Ceará
Horário:14h30
Palestrantes: Nilde Ferreira, idealizadora do Festival de Guaramiranga. Paulo Benevides, idealizador do Festival Noia

14/3

Acessibilidade Cultural
Horário: 9h
Palestrantes: Klistenes Bastos, produtor cultural de ações acessíveis. Valéria Cordeiro, Coordenadora de Artes e Diversidade Cultural da Secult.

Panorama de Formação em Arte e Cultura
Horário: 14h30
Palestrantes: Fran Teixeira, diretora de teatro, Coordenadora do Curso de Licenciatura de Artes Cênicas do IFCE e professora dos Cursos de Mestrado da UFC e IFCE. Bete Jaguaribe, diretora do Porto Iracema das Artes e Coordenadora do Curso de Cinema e Audiovisual da Unifor.

15/3
Gestão de Equipamentos Culturais
Horário: 9h
Palestrantes: Lenildo Gomes, Gestor do Centro Cultural Belchior. Raimundo Moreira, ator, produtor, diretor e um dos idealizadores da Casa Absurda

Direitos Culturais
Horário: 14h30
Palestrantes: Henilton Menezes, Gestor Cultural e Ex-Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura. Gyl Giffony,Membro da Inquieta Cia. e do Instituto Brasileiro de Culturais.

Acesso Rápido

Leia Também

TV Fecomércio

A Fecomércio TV é uma área corporativa na internet. Nela será transmitida a programação da Fecomércio, Sesc, Senac e IPDC. Também será um espaço de divulgação da agenda administrativa e de eventos da instituição.

Facebook

Instagram